Primeiro canal televisivo funerário

Não, não quer dizer que à partida o canal não terá futuro. O que significa é que os alemães procuram diversificar o conteúdo dos seus canais televisivos e há quem ache que o mercado funerário "está por explorar" (Wolf Tilmann Schneider , criador do projecto e director de marketing da estação privada RTL ).


Sendo assim, já no próximo ano, na Alemanha, as pessoas poderão fazer homenagens aos entes queridos que perderam pela módica quantia que poderá chegar aos 2 mil euros e que inclui o obituário, acompanhadas de fotografias do falecido e da família. Este serviço pode incluir também uma telenecrologia de cerca de dois minutos, que passará dez vezes durante todo o dia.
 

publicado por dina às 16:11 | comentar | favorito