João Botelho deve ou não abdicar dos seus direitos?

Esta é uma questão que se tem vindo a colocar desde que se soube que o produtor quis alterar determinadas cenas do filme "Corrupção", o dito cujo que foi baseado no livro "Eu Carolina".

 

Depois de alguns galhardetes trocados entre João Botelho e o produtor Alexandre Valente, o filme já estreou, mas sem realizador. Histórico na Europa... (somos sempre conhecidos por razões menos positivas).

 

Mas a questão continua no ar: deve João Botelho abdicar dos seus direitos?

 

Ele já disse que abdicaria, mas depois arrependeu-se, vindo dizer que "o que pretendia dizer é que não me reconhecia como autor do filme estreado quinta-feira, mas que não posso nunca abdicar dos meus direitos de autor, quer das imagens, quer da direcção de actores".

 

 

Em que pé ficamos???

publicado por dina às 12:55 | favorito