Os perigos da programação televisiva

"Os directores de programas têm de pensar, entre Floribellas e Chiquititas, por que razão não conseguem captar mais telespectadores e se não contribuem para o perigo de a televisão poder esvaziar-se até se tornar quase irrelevante".

Rui Santos, jornalista

 

 

Leia o restante da crónica em Correio da Manhã

 

 


 

publicado por dina às 18:34 | comentar | favorito