07
Abr 08

Jornalismo Online: Leitores preferem conteúdos multimédia

Os consumidores de informação procuram mais do que palavras nas notícias online, já que preferem vídeo, áudio, conteúdos interactivos e infografias, uma conclusão do IX Simpósio de Jornalismo Online, realizado no fim-de-semana, em Austin, no Texas.

 

Restante notícia aqui.

publicado por dina às 18:46 | comentar | favorito

Declarações - George W. Bush

"Charlton Heston era uma dos actores mais completos da história do cinema e um grande advogado das liberdades"

George W. Bush, num comunicado emitido pela Casa Branca

 

e prosseguiu

 

"largamente aclamado pela sua longa carreira coroada de recompensas, teve também um profundo impacto fora do grande ecrã"

 

 

publicado por dina às 14:50 | comentar | favorito

Livros - Júlio Magalhães e "Os Retornados, um Amor Nunca se Esquece"

Depois de quatro livros sobre o seu FC Porto e um sobre as noites de domingo com o professor Marcelo Rebelo de Sousa, o jornalista da TVI acaba de escrever "Os Retornados, um Amor Nunca se Esquece", um romance em torno do drama da ponte aérea Luanda/Lisboa nos anos de 1974 e 1975.
 

Excerto da entrevista dada ao SapoFama :

 

Que livro é este?
É um livro que aborda a ponte aérea Luanda/Lisboa em 1974/75, a maior de sempre em Portugal, as vivências e dramas de pessoas que tiveram de abandonar tudo e começar vida nova em Portugal.

A ideia foi sua?
Foi minha, depois de convidado pela editora Esfera dos Livros a escrever um livro histórico romanceado. Escolhi este tema, porque o vivi de perto, eu e toda a minha família.

Quanto tempo demorou a escrevê-lo?
A desenvolver ideias, fazer investigação e escrever, tudo junto demorou oito meses.

Já está a pensar no próximo?
Já. A editora quer continuar no próximo ano. Vamos ver se tenho tempo.

Fonte: SapoFama

publicado por dina às 14:31 | comentar | ver comentários (2) | favorito
07
Abr 08

Efemérides - Charlton Heston

O actor americano Charlton Heston faleceu este domingo na sua residência de Beverly Hills, em Los Angeles, aos 84 anos de idade.

Afastado do cinema e da vida pública desde há alguns anos, Heston sofria desde 2002 de uma doença degenerativa com sintomas idênticos aos da síndrome de Alzheimer.

Porte atlético, voz profunda e rosto sóbrio, Charlton Heston foi o típico herói bíblico de Hollywood, nos anos 50. Em 1959, ganhou o Oscar de Melhor Actor pelo seu papel em "Ben Hur", mas também será recordado como Moisés em "Os Dez Mandamentos" (1956).

Em 1949, interpretou o papel de Marco António no filme "Julius Caesar", de David Bradley, iniciando aí uma brilhante carreira na 7ª arte.

Heston teve, também, uma forte faceta política, chegando a ser considerado como o último bastião dos conservadores em Hollywood. Republicano fanático, foi um firme defensor do direito dos americanos ao uso e porte de arma. Presidiu à National Rifle Association (NRA) e foi entrevistado por Michael Moore no documentário "Bowling for olumbine", que falava exactamente sobre o uso abusivo de armas.

 

Fonte: SapoFama


 

Segue o vídeo com a entrevista e um outro sobre a carreira do actor.

 

 

 

publicado por dina às 13:53 | comentar | favorito