Os jornalistas, o Primeiro de Janeiro e a liberdade de imprensa

Em 2004, um grupo de jornalistas criou um blog (já ninguém escreve lá desde 2005), na tentativa vã de que o trabalho (não, não era um emprego), se torna-se menos cansativo e a sensação de pressão diminuísse. Claro está, que é sempre dúbia esta questão de falarmos (normalmente mal) do nosso emprego num blog e, nesta precisa situação, o caso agravou-se (naturalmente), porque eram jornalistas e estavam a falar sobre o tipo de trabalho que efectuavam no jornal em causa - o Primeiro de Janeiro -, pois estavam a efectuar publi-reportagens.  

publicado por dina às 23:16 | comentar | favorito