'Nós por cá' torna-se diário e autónomo

A SIC vai muscular o formato "Nós por cá" com uma equipa autónoma de cinco jornalistas, passando o programa a ser diário.

A estação retoma assim a tradição do jornalismo de denúncia, celebrizado em formatos como o "Praça Pública".

A partir de Janeiro, a SIC vai transformar a rubrica "Nós por cá", até aqui inserida no noticiário, num formato independente, que passa a ser diário, entre as 19 e as 20 horas, antecedendo o "Jornal de Noite", no horário actualmente ocupado pela "Roda da Sorte", de Herman José.

O planeamento do novo programa começou na semana passada.

Segundo o JN apurou, esta reformulação de "Nós por cá" é um regresso ao "código genético" inicial da SIC, nos anos noventa, que então lançou formatos inovadores no panorama televisivo, entre eles o "Praça Pública".

(...)

Ao JN foi explicado, sobre o novo "Nós por cá", que a ideia é "agarrar o osso e não o largar", um pouco na linha do que tem sido feito em algumas peças do "Caia quem caia", da TVI, mas sem qualquer componente humorística. Isto é, todo o tipo de situações em que haja ilegalidades ou inércia do Estado, a equipa do novo "Nós por cá" fará uma peça em que, com persistência, se tenta ouvir todos os envolvidos.

Conceição Lino vai continuar a conduzir o programa, mas também se pondera a hipótese do pivô Augusto Madureira, coordenador do projecto, ser o co-apresentador. A equipa de jornalistas foi também reforçada: Joaquim Franco, Catarina Neves, Joana Latino, Carla Castelo e Isabel Osório são os recrutados.

 

Fonte: JN

 

Opinião:

Gosto muito do 'Nós por cá' e do seu conceito, espero apenas que esta aposta em alargar o espaço e um novo horário não o transforme em algo vulgar e monótono, porque o bom do programa era também o facto de ser um formato pequeno, cativando o espectador para ver o próximo.

publicado por dina às 16:16 | comentar | favorito