Equipa de Manuela causa tensão na TVI

 

A constituição de uma equipa própria para assegurar o ‘Jornal Nacional de sexta-feira’, da TVI, está a causar tensão na estação de Queluz. Alguns jornalistas queixam-se de falta de meios para o noticiário normal durante a semana e acusam a direcção de Informação de “não ter confiança na Redacção”.

Manuela Moura Guedes, pivô e subdirectora de Informação, desvaloriza: "Tinha de ir buscar à Redacção pessoas para fazerem peças com alguma dimensão." E explica que, depois de ter assegurado o noticiário com apenas dois estagiários, "nesta segunda fase foi necessário ir buscar algumas pessoas, nomeadamente à área da Sociedade, para fazer peças para sexta-feira. Mas sempre que necessário esses jornalistas trabalham para o dia-a-dia".

Manuela Moura Guedes frisou ainda que o factor distintivo do noticiário que apresenta é o "trabalho de investigação". "A regra é não ser subserviente ao poder. Procuramos fazer um jornal que fala sem rodeios das coisas que se passam e que preocupam os portugueses. Temos tido, felizmente, algumas coisas exclusivas", afirma. Sobre o estilo agressivo, nota que "os portugueses têm falta disso mesmo e sentem necessidade de que haja um jornal que não esteja com rodriguinhos." "Continuamos a ter recusa por parte do Governo em ir responder ao nosso jornal. Houve muitos convites a ministros e não houve um que aceitasse, independentemente de nós nos propormos a ir ter com eles. Acho que não querem mesmo".

 

Restante notícia aqui.

publicado por dina às 14:34 | comentar | favorito