Sindicato arrasa estilo de jornalistas de desporto

 

Por uma vez o Sindicato de Jornalista tomou uma posição em relação a uma coisa...

 

 

O Conselho Deontológico (CD) do Sindicato dos Jornalistas (SJ) emitiu ontem uma recomendação que já provocou a desvinculação do director de A Bola daquela associação. Tudo porque o comunicado fez considerações sobre a forma como jornalistas de desporto relatam os acontecimentos.

"Transformar todos os desportos em competições de gladiadores, de luta livre ou de boxe ou futebol é redutor para o desporto, desaconselhável para os jornalistas e fastidioso para os leitores, ouvintes ou espectadores", começava a recomendação do sindicato. Em excertos de jornais enviados ao O Conselho Deontológico por um pai de uma criança que joga hóquei aparecem termos como: "em busca de vingar" e "humilhar o adversário em sua própria casa". Posto isto, Conselho escreveu: "Sob pena de caírem na denominação de 'jornalismo menor'os jornalistas desportivos devem ser os principais interessados em manter padrões de exigência ética e deontológica."

Vítor Serpa, director de A Bola, considerou este comunicado inaceitável e revelador de um preconceito contra os jornalistas da área do desporto. "Não posso pactuar com este CD. O comunicado desrespeita todos os jornalistas que fazem desporto. É indigno e comete uma injustiça gratuita", disse ao DN Vítor Serpa. "Nem se percebe de onde vêm aquelas citações. Eu disse ao presidente do sindicato que aquele comunicado envergonha o SJ. Ele tentou demover-me, mas vou deixar o SJ, onde estive 30 anos. Aquele Conselho não tem condições para continuar."


(...)

 

Fonte: Diário de Notícias

publicado por dina às 15:58 | favorito