'VIP MANICURE' suscita interesse em Cannes

A notícia apanhou Ana Bola desprevenida. "Vip manicure", a "sitcom" que escreve e protagoniza com Maria Rueff, na SIC, estava a suscitar interesse na feira de conteúdos audiovisuais de Cannes (Mipcom). E pode ser vendida para a América e Europa.

 

"Eu nem sabia que a CBV levava os produtos originais para a feira, mas telefonaram-me de lá todos entusiasmados", revelou ontem ao JN, mostrando-se "honrada e surpreendida" com o facto. "Como portugueses, achamos sempre que ninguém nos liga nenhuma", frisou.

Pedro Curto, da CBV, explicou que o formato, em exibição na SIC, interessou a enviados das estações e produtoras do resto da Europa e também do continente americano. A fase seguinte passa pelo envio de mais material por parte da produtora portuguesa e "aguardar" os contactos.

 

 

"Não há grande oferta de produtos de humor com 20 a 30 minutos de duração. E as pessoas ficam sempre muito curiosas pelos formatos originais", disse, acrescentando ainda que o que está à venda é o conceito, escrevendo- -se depois os textos de acordo com as realidades dos vários países.

"É transversal. Pode passar-se em qualquer parte do Mundo", prosseguiu, por seu lado, a argumentista, considerando que por ser uma "sitcom" (comédia de situação) "fácil de realizar e barata", também pode estar na origem da boa recepção que obteve.

"Em todo o caso, já tem graça. Mesmo que não aconteça nada, já é positivo", ressalvou Ana Bola.

Não foi só a CBV, fundada por Piet Hein Bakker, a trazer da feira de Cannes - que contou com 13 545 participantes, um saldo positivo. A beActive - responsável pelo "Diário de Sofia", recebeu uma menção honrosa com a série online "T2 para 3", na categoria de Melhor Formato Multiplataforma, dos prémios da revista britânica C21.

O "T2 para 3" foi recentemente vendido para a Grécia, Itália, Reino Unido e Irlanda e, conforme anunciou a produtora em comunicado, a segunda temporada vai ser exibida pela RTP.

Por sua vez, o magazine online "Beat generation" está a ser negociado com duas operadores da telecomunicações, a Orange (França) e a Oi (Brasil) para que sejam criadas versões locais do formato. Contactadas pelo JN, as estações generalistas não adiantaram as novidades que trouxeram de Cannes.

 

Fonte: JN


 
publicado por dina às 15:14 | comentar | favorito
tags: , ,